Um copo de vinho faz tão bem ou melhor que um comprimido

O médico neurologista Joaquim Cândido é um fã do vinho e considera mesmo que este néctar, ingerido com moderação, pode ajudar a prevenir algumas doenças. Para o clínico, que também é produtor de vinho, beber um copo pode ser melhor que tomar um comprimido na prevenção de doenças ou no combate ao stress.

O médico, reformado há quatro anos da Unidade de Neurologia do Hospital São José, em Lisboa, é proprietário da Quinta da Ribeirinha, na Póvoa de Santarém e defende que são precisos muitos mais estudos científicos, lamentando que o Estado não invista mais nesta área.

Fonte: omirante.pt

Comentários estão fechados.